Buscar
  • brunoabreu6

7 dicas pra uma recuperação perfeita da Bioplastia de glúteos!


A Bioplastia de Glúteos é uma técnica segura e eficiente para chegar ao bumbum que você deseja. Entretanto, assim como outros procedimentos, é preciso seguir cuidados para ter uma recuperação perfeita. Saber algumas dicas sobre o repouso nesta fase ajuda a ter o melhor pós-procedimento possível.


O procedimento, realizado com a aplicação de PMMA, tem poucas reações e efeitos colaterais, além de uma recuperação bem rápida quando comparada a outros procedimentos na região dos glúteos. Normalmente, em cerca de duas semanas, as pacientes já estão liberadas para o retorno à vida normal com pequenos cuidados apenas.


Vamos saber mais sobre as sete principais dicas para a recuperação perfeita da bioplastia de glúteos abaixo.


Saiba mais sobre a Bioplastia de Glúteos


Procedimentos estéticos são muito populares no Brasil, levando o país a ser um dos líderes nos rankings de cirurgia plástica. Entre os procedimentos, estão aqueles direcionados para a região dos glúteos, visando o aumento, contorno, correção volumétrica e melhoria da pele da região.


Neste nicho, a Bioplastia de Glúteos se destaca das outras técnicas devido à sua técnica simples e resultados expressivos e naturais. A Bioplastia é um procedimento feito em consultório, de maneira não invasiva, e que permite à paciente voltar para a casa no mesmo dia. Seus resultados, além de naturais, são definitivos, não necessitando de mais sessões ou atualizações com o tempo.


Pacientes que optarem pelo procedimento com profissionais qualificados tem:


- Aumento do bumbum;

- Maior projeção;

- Redução da Flacidez;

- Melhora na textura da pele;

- Correção das ondulações de celulites graus 3 e 4.


Para chegar a estes resultados, a técnica usa o PMMA - polimetilmetacrilato, substância segura em formato de microesferas semelhantes a um gel, que é aplicada diretamente na região.


Bioplastia de Glúteos é um procedimento seguro


Existem muitas dúvidas se os procedimentos com PMMA são seguros e se eles causam algum tipo de problema de saúde. E a realidade é que eles são completamente seguros, aprovados pela ANVISA e pelo FDA e, ainda, tem menos complicações quando comparados às outras técnicas para a região dos glúteos, como injeções com ácido hialurônico.


O PMMA é uma substância aprovada e compatível com o corpo humano, ao contrário, por exemplo, do silicone industrial. Aprovado pela ANVISA, ele está registrado para o uso em produtos para o preenchimento subcutâneo há mais de 10 anos. A ANVISA possui uma nota explicando sobre o uso do PMMA aqui.


Bioplastia tem menos complicações que outras técnicas


O FDA - Food and Drug Administration é um órgão federal dos Estados Unidos, vinculado ao Departamento de Saúde e Serviços Humanos, tendo uma atuação análoga à ANVISA nos EUA. Em sua atuação, ele realizou um estudo que verificou que o PMMA foi a aplicação com menos efeitos colaterais quando comparada a outros tipos, como o ácido hialurônico, líder no quesito.


Foram analisados 3.782 casos envolvendo preenchedores injetáveis, entre 1993 e 2014. O PMMA correspondeu a menos de 1% das complicações, enquanto o ácido hialurônico equivale a 44% e o ácido polilático a 40%.


7 dicas para uma recuperação perfeita da Bioplastia de glúteos


Como mencionamos acima, a bioplastia é uma técnica segura e com poucas complicações. Porém, isso não significa que ela não necessite de cuidados posteriores para o melhor resultado e para uma recuperação que não atrapalhe a vida. Aliás, quando falamos de recuperação, estamos falando de um período bem curto, menor que duas semanas.


Vamos listar abaixo alguns cuidados que é necessário ter.


Dormir de barriga para baixo ou de lado

Posições que, normalmente, são menos recomendadas, mas são necessárias após procedimentos na região das nádegas. É importante não pressionar o local até que esteja recuperado.


Evitar sentar

Dica muito importante! Como o ato de sentar coloca o peso quase total do corpo sobre os glúteos, é preciso evitar ficar sentada. As melhores posições para a recuperação são ficar deitada ou em pé.


Não realizar esforços com os membros inferiores

Assim como as outras dicas, é fundamental não colocar pressão sobre o bumbum. Fazer exercícios ou longas caminhadas, assim como subir escadas estão proibidos até a melhor recuperação.


Se alimentar corretamente

A boa recuperação da cirurgia demanda uma boa alimentação com ingredientes leves e sem gorduras. É preciso lembrar que ela é uma aliada também depois na hora que a recuperação já acabou.


Hidrate-se

Mantenha a hidratação do corpo e evite passar por locais muito quentes ou ficar no sol. Apesar da bioplastia ser um procedimento com recuperação quase imediata, pode ser necessário aguardar algum tempo para o melhor resultado.


Não use roupas apertadas

Até que você esteja completamente recuperada, não use jeans ou qualquer tipo de calça que aperte a região.


Converse com o profissional sobre o resultado

Parece uma dica óbvia, mas conversar com o médico que realizou o procedimento e falar sobre a recuperação ajuda a evitar problemas que possam aparecer, assim como tratá-los imediatamente.


Escolha profissionais especializados


Escolher pela bioplastia de glúteos para corrigir pequenos desníveis no bumbum, aumentar o contorno e dar um formato mais arredondado é uma ótima ideia. Mas, para isso acontecer, é preciso escolher profissionais qualificados e com experiência no procedimento.


Nós, do Instituto Gallassini, somos especialistas na técnica e entendemos a bioplastia como uma importante forma de garantir aos pacientes um bumbum com maior volume e melhor contorno, trazendo de volta a autoestima.


Estamos sempre prontos para receber e indicar o melhor procedimento para o objetivo de cada paciente, ajudando cada uma a conquistar seu bumbum dos sonhos. Para saber mais sobre a bioplastia de glúteos, entre em contato e agende uma consulta de avaliação.



Referência:

Chacur R, Sampaio Menezes H, Maria Bordin da Silva Chacur N, et al. Gluteal Augmentation with Polymethyl Methacrylate: A 10-year Cohort Study. Plast Reconstr Surg Glob Open. 2019;7(5):e2193. Published 2019 May 31. doi:10.1097/GOX.0000000000002193


Analysis of U.S. Food and Drug Administration Data on Soft-Tissue Filler Complications - doi: 10.1097/DSS.0000000000002208⁣⁣

8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo