Buscar
  • brunoabreu6

Coenzima Q10: o que ela pode fazer pela sua saúde?


A Coenzima Q10 é uma partícula presente em todo o corpo humano, sendo fundamental para as funções das mitocôndrias (estrutura celular responsável pela produção de energia celular). O composto é produzido naturalmente pelo corpo humano e tem funções benéficas para a saúde como a redução dos radicais livres e o controle do colesterol.


Chamada de ubiquinona, a substância foi descoberta acidentalmente nos anos 50, nos EUA, mas só ganhou popularidade recentemente com os estudos sobre as suas funções. Como a Coenzima Q10 tem uma queda na produção com os anos, foi estudado se a suplementação traria benefícios para o corpo.


Atualmente, é possível aumentar os níveis por diversos métodos. Saiba mais sobre eles e sobre as funções da Coenzima Q10 nos próximos parágrafos.


O que é coenzima Q10?


Coenzima Q10 é uma enzima antioxidante produzida naturalmente pelo corpo. Ela é usada para diversos processos celulares, atuando principalmente nas mitocôndrias. A enzima atua na passagem dos elétrons, o que acaba evitando a oxidação e os danos nas membranas celulares, por isso, o seu valor antioxidante.


É possível afirmar que a enzima ajuda na produção energética para as células e para o corpo. Além disso, ela promove o aumento e manutenção da concentração de água nas células.


Sua atuação beneficia diversas partes do corpo humano, principalmente os órgãos e sistemas que precisam de mais energias como os neurônios, o fígado, os músculos e os rins.


Com o avançar da idade, a enzima tem uma redução constante no corpo. Essa redução também está presente em pessoas que possuam condições como doenças cardíacas.


A Coenzima Q10 pode ser encontrada em:


  • Carne vermelha;

  • Peixes;

  • Nozes;

  • Oleaginosas em geral;

  • Abacate;

  • Brócolis;

  • Cogumelos frescos;

  • Damasco;

  • Espinafre;

  • Feijão azuki;

  • Laranja;

  • Maçã;

  • Morango;

  • Trigo, entre outros.


Ainda não se sabe qual a quantidade recomendada diariamente, mas os estudos indicam doses entre 30 e 400 mg, de acordo com a necessidade. Para saber melhor, é preciso a consulta com um especialista.


Entretanto, o aumento dos níveis da enzima não podem ser atingidos apenas com a alimentação. Para isso, existem opções de suplementação via oral ou por terapias injetáveis.


Como a Coenzima Q10 afeta o corpo?


A Coenzima Q10 participa de diversos processos do corpo, como mencionamos anteriormente, mas os seus benefícios para a saúde vão além da participação no processo de respiração celular das mitocôndrias. Ainda estão em estudos diversas situações onde elas trazem melhorias para sintomas de doenças como, por exemplo, doenças cardíacas. Combinada com outros nutrientes, a enzima pode ajudar na redução da pressão arterial, o que seria benéfico para quem sofre com problemas cardiovasculares.


Além disso, a Q10 também tem como benefício:


Controle do colesterol e triglicérides

Pesquisa realizada mostrou que, em um grupo de mulheres com diabetes tipo II, quem recebeu o nutriente teve uma redução na resistência à insulina, além do colesterol total e o colesterol ruim, com um aumento do colesterol bom.


Diminuição de radicais livres

Estudo italiano, mostrou que a suplementação com coenzima Q10, cerca de 200 mg por dia, causou resistência à privação da enzima, que é induzida pelo exercício. Com isso, foi possível reduzir os radicais livres, preservando também a integridade do DNA.


Ação antioxidante

Pesquisa sobre a suplementação com coenzima Q10 em relação ao estresse oxidativo e à atividade de enzimas antioxidantes, mostrou uma redução no estresse oxidativo causado pela exposição a um metal tóxico. Também foi identificado um aumento na atividade de outras enzimas antioxidantes.


Coenzima Q10 não emagrece


Ao contrário do que pode ser dito, a enzima não é uma substância emagrecedora. Ela participa da produção energética e combate radicais livres, contribuindo para processos que podem levar ao emagrecimento, mas ela, por si só, é incapaz de garantir a perda de peso em uma pessoa.


Ainda é preciso estudar mais sobre a substância para saber como ela se comporta junto com outras para ver sua participação na melhora da energia e no aproveitamento dos treinos de musculação ou esportes.


Forneça os nutrientes adequados para o corpo!


Garantir a ingestão correta de todos os alimentos e nutrientes necessários é fundamental. Para isso, contar com o auxílio de profissionais para abordar o que é preciso fazer é uma medida de proteção muito importante.


O Instituto Gallassini conta com profissionais que podem ajudar no tratamento de diversas condições, adequando as suas necessidades alimentares para a sua saúde. Além disso, a clínica possui diversos tratamentos, como a soroterapia, para garantir o aporte correto de nutrientes. Não deixe para depois a procura por ajuda. Entre em contato e agende uma consulta de avaliação conosco.


Coenzyme Q10. National Center for Complementary and Integrative Health. https://www.nccih.nih.gov/health/coenzyme-q10. Accessed Oct. 18, 2020.

Pizzorono JE, et al., eds. Coenzyme Q10. In: Textbook of Natural Medicine. 5th ed. Elsevier; 2021. https://www.clinicalkey.com. Accessed Oct. 18, 2020.


Arenas-Jal M, et al. Coenzyme Q10 supplementation: Efficacy, safety, and formulation challenges. Comprehensive Reviews in Food Science and Food Safety. 2019; doi:10.1111/1541-4337.12539.


Hernández-Camacho JD, Bernier M, López-Lluch G, Navas P. Coenzyme Q10 Supplementation in Aging and Disease. Front Physiol. 2018;9:44. Published 2018 Feb 5. doi:10.3389/fphys.2018.00044


Sarmiento A, Diaz-Castro J, Pulido-Moran M, Kajarabille N, Guisado R, Ochoa JJ. Coenzyme Q10 Supplementation and Exercise in Healthy Humans: A Systematic Review. Curr Drug Metab. 2016;17(4):345-58. doi: 10.2174/1389200216666151103115654. PMID: 26526835.

6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo