Buscar
  • brunoabreu6

Mitos e verdades sobre a bioplastia dos glúteos


O corpo ideal e o bumbum dos sonhos é um desejo de muitos brasileiros e brasileiras, que buscam atingir seus objetivos por meio de exercícios e procedimentos estéticos. Para o bumbum perfeito, a bioplastia de glúteos é uma importante técnica que, infelizmente, ainda está envolta em alguns mitos e verdades.


Por isso, o artigo vai explicar tudo que é preciso saber sobre o procedimento que agrega contorno, deixa a pele lisinha e tem um resultado muito natural. Mais do que isso, vamos explicar o que é o PMMA e trazer à tona mais informações sobre ele.


Entenda a Bioplastia de Glúteos


Muito por conta da busca pelo corpo idealizado, o Brasil é um dos líderes de cirurgias plásticas. A partir de dados coletados pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, sabemos que mais de 1,5 milhão de procedimentos estéticos são realizados todos os anos. Alguns são mais simples e realizados em consultório, enquanto outros necessitam de uma estrutura maior.


Dentre esses procedimentos, estão os procedimentos para os glúteos, incluindo a Bioplastia de Glúteos. O procedimento estético é uma técnica simples, rápida e não invasiva para resultados rápidos e definitivos na região do bumbum em apenas uma aplicação.


Apesar de haver desconfiança por parte do uso da técnica por maus profissionais, a correção de imperfeições e modelagem por meio do PMMA é um procedimento aprovado pela ANVISA, realizado em consultório com a injeção de pequenas quantidades da substância.


A Bioplastia de Glúteos é ideal para:


  • Correção volumétrica do glúteo;

  • Aumento do contorno;

  • Correção de imperfeições;

  • Redução da flacidez;

  • Melhora na textura da pele;

  • Correção das ondulações de celulites graus 3 e 4.



Em relação às outras técnicas para a região dos glúteos, a bioplastia se destaca pelo seu caráter definitivo, não precisando ser repetida em várias sessões ou refeita com o passar dos anos. Outro fator muito importante da escolha pelo bioplastia é a sua rápida recuperação e com menos efeitos colaterais quando comparada, por exemplo, aos implantes de prótese.


Agora, podemos desmistificar um pouco da bioplastia, trazendo explicações sobre o que falam sobre ela.


Mitos e verdades sobre a Bioplastia de Glúteos


Como mencionamos anteriormente, a bioplastia recebe uma fama negativa por conta de seu uso por maus profissionais. Na realidade, alguns dos casos que relatam problemas com a bioplastia sequer houve a utilização do PMMA. Na realidade destes casos, os médicos usaram produtos como silicone industrial, substância tóxica e inadequada para a estética.


Veja abaixo alguns mitos e verdades da Bioplastia de Glúteos:


Bioplastia de Glúteos não é uma técnica segura: Mito

A bioplastia de glúteos é uma técnica segura, sempre que for realizada por profissionais qualificados. O profissional, além de médico, tem que ser qualificado para o uso do PMMA, e usar um produto original.


Bioplastia é uma técnica que pode ser realizada no consultório: Verdade.

Ela pode ser realizada no próprio consultório médico, sendo um procedimento bem simples e rápido. Não é necessária anestesia geral, podendo o paciente ficar acordado durante o processo.


Bioplastia de glúteos tem uma recuperação rápida: Verdade.

Após a realização do procedimento, a paciente está liberada para as atividades normais em cerca de duas semanas, sempre evitando realizar grandes esforços na área dos glúteos. Se a recuperação for feita de forma correta, a recuperação é bem rápida e não existem cicatrizes ou colaterais.


PMMA é um produto tóxico: Mito.

O PMMA é uma substância aprovada e totalmente compatível com o uso no corpo humano. Mais do que isso, ela é utilizada no Brasil em produtos para o preenchimento subcutâneo há mais de 10 anos no Brasil.


PMMA não é aprovado pela ANVISA: Mito.

O PMMA, sigla para polimetilmetacrilato, é aprovado pela ANVISA há anos, sendo completamente seguro e eficaz, desde que utilizado em pouca quantidade. Cada área onde ele for aplicado tem uma quantidade recomendada máxima, por isso, profissionais especializados saberão o quanto pode ser aplicado.


A Bioplastia tem mais efeitos colaterais que outros procedimentos: Mito.

O FDA, órgão semelhante à ANVISA nos EUA, apontou que o PMMA foi a aplicação com menos efeitos colaterais quando comparada a outros tipos, como o ácido hialurônico (líder no número de complicações).


PMMA é a mesma coisa que hidrogel: Mito.

PMMA é uma substância própria para a utilização no corpo humano, ao contrário do hidrogel e do silicone líquido. Estes dois últimos são substâncias perigosas e tóxicas para o corpo, não devendo ser realizadas aplicações com ela.


Quando procurar pela Bioplastia?


A Bioplastia de glúteos é um procedimento para pacientes que estão descontentes com o formato ou o tamanho da sua região do bumbum. É comum a queixa do formato achatado ou de pequenas imperfeições, como celulites. Uma outra situação muito comum para a indicação da bioplastia é a correção da depressão trocantérica, um pequeno desnível na região lateral dos glúteos.


Nós, do Instituto Gallassini, entendemos que a bioplastia é uma importante forma de garantir aos pacientes um bumbum com maior volume e melhor contorno e trazer de volta a autoestima. Por isso, estamos sempre prontos para receber e indicar o melhor procedimento para o objetivo de cada paciente.


Para saber mais sobre a bioplastia de glúteos, entre em contato e agende uma consulta de avaliação.


Referência:

Chacur R, Sampaio Menezes H, Maria Bordin da Silva Chacur N, et al. Gluteal Augmentation with Polymethyl Methacrylate: A 10-year Cohort Study. Plast Reconstr Surg Glob Open. 2019;7(5):e2193. Published 2019 May 31. doi:10.1097/GOX.0000000000002193


Analysis of U.S. Food and Drug Administration Data on Soft-Tissue Filler Complications - doi: 10.1097/DSS.0000000000002208⁣⁣

6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo