Buscar
  • brunoabreu6

Qualidade de vida na menopausa: saiba como se preparar para essa fase.


Possuir qualidade de vida na menopausa é possível. Basta se preparar desde antes do início do climatério com medidas simples e que todas as mulheres devem adotar. Desta forma, é possível controlar os sintomas que aparecem devido às alterações hormonais.


Porém, nem todas têm acesso à informação sobre como devem se preparar para o período. Atualmente, no Brasil, 29 milhões de mulheres estão vivendo o climatério, período em que se encontra a menopausa. O número totaliza 27,9% da população feminina brasileira, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas - IBGE.


Por isso, é preciso sempre trazer as informações sobre a menopausa e divulgar como é possível tratá-la. Abaixo, vamos saber mais sobre ela.


O que é a menopausa?


Menopausa é o nome que recebe a última menstruação. Acontecendo, normalmente, entre 45 e 55 anos, ela marca o fim da idade reprodutiva de uma mulher. A partir deste momento, o organismo feminino não é mais capaz de gerar filhos, pois não existem mais óvulos a serem liberados. Atualmente, é confirmada a menopausa após 12 meses consecutivos de amenorréia, a ausência de menstruação.


Esse importante marco na saúde da mulher ocorre durante o climatério, nome que tem como significado “fase crítica”, período iniciado por volta dos 40 anos, se estendendo até depois da menopausa que marca a diminuição da função ovárica até o seu cessamento. Neste momento da vida da mulher, existem transformações físicas e emocionais devido às mudanças hormonais.


Durante o climatério, é possível que a mulher apresente diversos sintomas, isolados ou em conjunto, semelhantes aos da TPM, porém que perduram por muito mais tempo e são sentidos de forma intensa durante todo o período.


Alguns deles são:


  • Sensação de inchaço no corpo e mamas,

  • Dores fortes de cabeça ou enxaquecas,

  • Alterações de humor (nervosismo, irritação, tristeza profunda e mesmo depressão)

  • Irregularidade nos ciclos

  • Variação do fluxo menstrual.


Quais são os sintomas da menopausa?

Com a menopausa, os sintomas tendem a se intensificar, já que o corpo feminino reduz muito ou para a produção de alguns hormônios, como o estrogênio. Com isso, podem existir problemas para a saúde a curto e longo prazo, trazendo riscos para os ossos e para o sistema vascular.


Entretanto, é preciso ressaltar que nem toda mulher sofre com os sintomas comuns da menopausa. Para algumas, eles acontecem levemente, sendo quase imperceptíveis. Já em outros casos - a maioria deles -, os sintomas aparecem no climatério e vão aumentando à medida em que o nível hormonal diminui:


Sintomas da menopausa:

  • Ondas de calor (fogachos);

  • Insônia;

  • Palpitações;

  • Diminuição da libido;

  • Diminuição da capacidade de concentração;

  • Secura vaginal, podendo causar dor e desconforto nas relações sexuais ou durante o dia a dia.

  • Dificuldade ou dor para urinar, além de infecções urinárias;

  • Alterações de humor (ansiedade, melancolia, irritação);

  • Problemas na pele, cabelo e unhas;

  • Alterações na disposição de gordura corporal, concentrando-se mais na região abdominal;

  • Perda de massa óssea;

  • Risco de doença coronariana.


O que causa a menopausa?


A mulher já nasce com todos os óvulos que serão produzidos durante a vida, em células germinativas (chamadas também de folículos) dos ovários. O organismo feminino não é capaz de produzir novos folículos para a reposição, usando a reserva da primeira menstruação até o fim do período reprodutivo.


Com a menopausa, acontece o fim da liberação dos óvulos, o que leva os ovários a pararem de funcionar corretamente e entrar em falência. Este fato ocasiona na redução das concentrações dos hormônios femininos estrogênio e progesterona.


Como é uma condição usual nas mulheres, a menopausa é facilmente identificável na maior parte dos casos. Apenas em situações onde ela começa antes dos 50 anos ou os sintomas não forem habituais, é necessário realizar a confirmação por meio de exames laboratoriais.


Como se preparar para ter qualidade de vida na menopausa?


A menopausa vai chegar para toda mulher de uma forma ou de outra. Algumas vão sentir sintomas mais leves e terão menos dificuldades para se adaptar a esta nova realidade, enquanto outras vão precisar de auxílio de tratamento médico para poder tratar todas as condições que puderem aparecer.


Para garantir que essa nova fase na vida seja suave e sem problemas, é preciso:


Manter uma alimentação saudável

Garantir uma alimentação adequada com todos os nutrientes que o corpo necessita, além do peso correto, ajuda a aliviar o ganho de peso após as variações hormonais pós-menopausa.


Também é possível garantir, na alimentação, os fitoestrógenos, substâncias semelhantes aos hormônios estrógenos. Eles podem ajudar a reduzir o déficit hormonal. Atualmente, eles podem ser encontrados principalmente na soja e na linhaça.


Se exercitar

Assim como a alimentação, o exercício ajuda a evitar e prevenir o ganho de peso. Além disso, os exercícios ajudam a manter a saúde óssea, evitando as fraturas.


Dormir bem

O sono é fundamental para todo mundo, mas, durante o climatério, a manutenção de bons hábitos como os horários regulares ajuda a combater os problemas causados pela redução hormonal, como a confusão mental, perda de memória e falta de libido.


Estar em dia com os exames

Exames são importantes para o controle de cada um dos parâmetros do corpo. Inclusive para garantir que não existam riscos para os ossos e para o coração, que podem aparecer neste período.


Ter um médico de confiança

É muito importante ter a quem recorrer durante essa fase e que possa acompanhar o climatério junto a você. Com isso, tanto a paciente fica resguardada quanto os sintomas que aparecem, quanto o médico sabe perfeitamente a evolução do caso.


É claro que, apesar de medidas preventivas serem adotadas, alguns casos necessitam de tratamentos. Com a orientação e supervisão médica, é possível buscar a reposição hormonal, a modulação hormonal, a suplementação e também técnicas como a soroterapia.


Para saber mais sobre a soroterapia, clique aqui


Aprenda a viver após a menopausa


A menopausa vai acontecer e não pode ser evitada. E, infelizmente, ela vai aparecer e trazer junto sintomas que podem ser desagradáveis em um primeiro momento. Contudo, isso não é o fim do mundo!


Com medidas simples e alterações na rotina, viver na menopausa não é mais uma situação impossível.


Se você precisa de auxílio neste momento, entre em contato com o Instituto Gallassini e agende uma consulta de avaliação.

12 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo